Casa CKN

Giugliani Montero Arquitectos

© Marcelo Donadussi

Autores: Giugliani MONTERO Arquitetos (arquitecto Bruno Giugliani, arquiteto Pablo Montero Merino)
Localização: praia Atlântida, município de Xangri-la, o Brasil
Estrutura: Vanguarda Engenharia
Área total: 422,08 m2
Área bruta: 540 m2
Ano: 2011
Construção : DWS Construção
Fotografia: Marcelo Donadussi

Nós queríamos construir uma casa de veraneio projetada a partir de seus espaços de vida. O coração do projeto é a sala de estar, para o qual convergem todos os outros espaços. A partir dele, organizamos cada um dos ambientes com a intenção de criar espaços integrados, mas com identidade própria. No segundo andar, nós respeitamos esse conceito permitindo que o quarto tinha uma altura maior no centro da casa, fechada por duas suítes em cada lado.

Em uma casa de verão não pode perder uma área social que incentiva a convivência, por isso estudamos a distribuição das peças, mas a maioria das conexões entre si e com o espaço externo. Procuramos espaços muito fluidos e integração visual, tanto em casa como no exterior.

REGRAS-PROJETO 
A casa é entendida como um grande recipiente aberto, procurado os pontos de vista, a busca da ventilação natural e integração entre exterior e interior, conectando áreas de lazer da casa com o área paisagística da trama, onde a piscina está localizada.

– Tipo de campo ENCONTRADO 
O terreno é bastante arenoso do solo, o resultado de qualquer área na costa. Qualquer forma de um nível local e bem drenado, que ajudou a construir.

© Marcelo Donadussi

– TIPO DE FUNDAÇÃO DE EMPREGADO: 
A opção foi realizar fundações profundas de estacas de concreto armado, blocos sobre estacas cobertas com concreto também. Dada a resistência do solo nesta região foi necessária bases mais profundas para maior estabilidade.

– USO DE LUZ NATURAL E ILUMINAÇÃO 
A iluminação e ventilação natural foram dois fatores importantes para a distribuição dos ambientes no projeto. Todos os quartos têm aberturas de vidro grandes posicionada para tirar vantagem da luz natural e ao mesmo tempo, protegido das cargas de calor do sol.

A fachada oeste está recebendo um aumento de carga térmica. Uma vez que a combinação desconfortável de calor e umidade na região, optamos por esta posição com a frente das áreas molhadas da casa como a cozinha, lavanderia e banheiros, e criar uma espécie de barreira térmica que minimiza o aumento da temperatura no dentro da casa.

– MATERIAIS 
A regra para este projeto era de aproveitar materiais naturais e baixa manutenção. É por isso que escolheu fachadas de tijolos, piso frio no térreo e primeiro andar, etc … Acreditamos que uma casa de férias deve tomar cuidado especial com relação à in, durabilidade e manutenção dos materiais utilizados. O material com a maior demolição de tijolos é pelo seu valor estético e sua baixa manutenção.

© Marcelo Donadussi

-ESCADA 

A escada, também serve para dividir o espaço de vida para a recepção de entrada para a casa. Queríamos a escada desempenhasse um papel especial dentro da casa. Consequentemente um cuidado especial na concepção do mesmo.

© Marcelo Donadussi

-PISCINA 
A piscina tem uma estrutura de concreto, construídas “in situ” e revestimentos de pastilhas cerâmicas. A piscina, construída no local, me permitiu ter o tamanho exato que queríamos e foi construída uma “praia” para uma melhor utilização da área.

© Marcelo Donadussi

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Referência: plataformaarquitectura.cl

Anúncios